terça-feira, 26 de novembro de 2013

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

À conversa com... J. Rentes de Carvalho

No próximo dia 22 de Novembro, às 21.30 horas, na Biblioteca Municipal, iremos conversar com o escritor J. Rentes de Carvalho a propósito do livro "Mentiras & Diamantes".
 
O Livro
Jorge  Ferreira,  «o  conde»,  recebe  na  sua  quinta  algarvia  uma  jovem  e bela inquilina inglesa,  que pretende  escrever  um livro.  O anfitrião  é  um homem  educado,  atraente  e  rico, mas  em  extremo  reservado  –  não  se lhe conhecem amigos, amantes ou  relações familiares  –, que partilha a grande  casa  senhorial  com  duas  amas  e  uma  governanta.  O  seu passado  esconde  um  trauma  que  o  acompanha  até  hoje  e  que  ele pretende eliminar da memória. Pelo contrário, Sarah Langton, filha de um milionário italiano,  é impulsiva e  aventureira,  «viciada em liberdade»  –  o que não  consegue  conciliar  com a  reclusão e a disciplina que a escrita exige. Tudo  parece  concorrer  para  que  estas  duas  personagens  se aproximem lentamente e que comecem  a processar o que as atormenta (a  Jorge,  os  episódios  do  passado;  a  Sarah,  extrema  dificuldade  em escrever  alguma  coisa  pertinente  para  o  seu  livro  misterioso).  Mas  a  súbita  visita  de  «Biafra»  –  «vistoso  fato  de  linho  branco,  cravo  na botoeira,  panamá  na  mão»  –,  que  vem  para  tentar  uma  pequena chantagem,  dá  lugar  a  uma  cascata  de  revelações,  desenlaces, homicídios,  suicídios  e  desaparecimentos  entre  a  Nigéria,  Marrocos, Algarve,  Londres  e  Amsterdão,  tendo  como  pano  de  fundo  o  tráfico  de diamantes e um país corrupto e corrompido, entregue aos seus segredos  de família. Mentiras & Diamantes, o mais recente e inédito romance de J. Rentes de Carvalho, é  um thriller  habilmente construído e uma narrativa implacável, violenta e sexy. E um maravilhosamente obscuro objeto de suspense.
 

O Autor
J. Rentes de Carvalho nasceu em 1930, em Vila Nova de Gaia, onde viveu até 1945.  Obrigado  a  abandonar  o  país  por  motivos  políticos,  viveu  no  Rio  de Janeiro,  em  São  Paulo,  Nova  Iorque  e  Paris.  Em  1956  passou  a  viver  em Amesterdão, na Holanda, como assessor do adido comercial da Embaixada do Brasil.  Licenciou-se  (com  uma  tese  sobre  Raul  Brandão)  na  Universidade  de Amesterdão, onde foi docente de Literatura Portuguesa entre 1964 e 1988. Em 2012 foi galardoado com o Grande Prémio de Literatura Biográfica APE/Câmara Municipal  de  Castelo  Branco  2010-2011  com  o  livro  Tempo  Contado.  Os  seus livros  Com os Holandeses,  Ernestina,  A Amante Holandesa,  Tempo Contado,  La Coca,  Os  Lindos  Braços  da  Júlia  da  Farmácia,  O  Rebate,  Mazagran e  agora Mentiras & Diamantes estão atualmente disponíveis na Quetzal, que continuará a publicar o conjunto das suas obras.